Home / Nf paulista / Como Fazer o Cadastro da Nota Fiscal Paulista

Como Fazer o Cadastro da Nota Fiscal Paulista

Criado há cerca de 10 anos pelo governo, o programa Nota Fiscal Paulista proporcionou uma nova forma de fazer compras. Com ele, o consumidor pode receber de volta uma determinada porcentagem do que paga em imposto.

O valor que o governo retorna ao usuário cadastrado na Nota Fiscal Paulista é calculado de acordo com o produto ou serviço consumido. Este valor vem do ICMS que é pago pelo local de comércio onde você efetuou sua compra ou consumo.






    O valor a ser calculado não é pré-fixado, o governo calcula, por meio da Nota Fiscal Paulista, o montante que deverá retornar ao consumidor de acordo com o tipo de mercadoria ou serviço consumido. Este valor poderá ser recebido ao efetuar a transferência na conta corrente do usuário, ou em descontos de IPVA.

    Embora as notas que você solicite o CPF sejam computadas no ato da compra, o cálculo do valor a ser resgatado só será feito quatro meses depois, e, portanto, após esta data o valor estará disponível sua conta da Nota Paulista para saque.

    Para que suas compras possam devolver uma determinada porcentagem de imposto para o consumidor, é preciso cadastrar CPF na nota fiscal.

    Você deve realizar seu cadastro de nota fiscal paulista e após este processo solicitar o CPF na nota em todas as compras que realizar.

    Esta medida foi tomada pelo governo para que a sonegação de impostos seja evitada. Desta forma, o comerciante é obrigado a emitir nota com o CPF do cliente, caso ele solicite, e, se o comerciante se negar, pode ser multado.

    Veja as próximas informações:

    cadastro-da-nota-fiscal-paulista

    O Que é e Como Funciona a Nota Fiscal Paulista

    Nota Fiscal Paulista é um programa do estado de São Paulo que tem como objetivo a devolução de parte dos impostos que o consumidor paga.

    Para poder receber este valor, o consumidor precisa se cadastrar na Nota Fiscal Paulista e solicitar o CPF na nota, ao realizar suas compras.




    O valor que retorna para você é parte do Imposto sobre Comércio de Mercadorias e Serviços – ICMS.

    No entanto, nem todas as compras resultam em um valor significativo de retorno ao consumidor.

    Isto acontece, pois, o valor é definido de acordo com sua categoria.

    Produtos que já saem da indústria com o ICMS pago, como combustível, não oferecem o benefício do retorno ao consumidor.

    O programa devolve até 30% do ICMS recolhido pelo estabelecimento de forma geral.

    Individualmente, o valor de retorno no Nota Fiscal Paulista pode ser de até 7,5% referente ao valor da sua compra com CPF na nota.

    Ao realizar o cadastro de nota fiscal paulista, todas as compras que você solicitar o CPF no cupom fiscal serão computadas no sistema.

    Para definir o valor a ser recebido pelo consumidor, leva-se em consideração três aspectos gerais:

    • Considera-se o valor pago em ICMS pelo estabelecimento que é repassado ao Estado;
    • A quantidade de consumidores que solicitaram as notas fiscais com CPF ou CNPJ em determinado estabelecimento. Portanto, o valor que representará os 30% do estabelecimento será dividido entre essas pessoas;
    • O valor pago nas compras por cada consumidor.

    Algumas vezes o retorno ao consumidor representa um valor muito baixo ou nenhum.

    Isto pode acontecer quando o estabelecimento não possui ICMS a recolher naquele determinado período.

    Existem, também, alguns produtos que são regidos por substituição tributária, ou seja, um regime tributário em que o ICMS já vem recolhido de fábrica ou pelos distribuidores ou importadores.

    Para se cadastrar na Nota Fiscal Paulista, pode ser pessoa física, com seu CPF, ou pessoa jurídica, com seu CNPJ.

    Muitas pessoas se preocupam em solicitar o CPF na nota pois se sentem vigiadas pelo governo.

    Esta preocupação é desnecessária pois, conforme o governo, as compras do s cidadãos não têm qualquer tipo de vínculo com o Imposto de Renda, por exemplo.

    O governo incentiva, inclusive, que mais de uma pessoa da família comprem com o mesmo CPF para que o bônus possa ser maior.

    cadastro-da-nota-fiscal-paulista-1

    Como Fazer o Cadastro na Nota Fiscal Paulista

    Como mencionado, o primeiro passo que o consumidor possa ter acesso aos créditos que o programa oferece é cadastrar-se no site.

    Confira o passo a passo e não deixe de solicitar seu CPF na nota.

    1 – Acesse o site do NFP e clique em “Cadastro Pessoa Física” ou “Cadastro Pessoa Jurídica”, conforme sua necessidade

    cadastro-da-nota-fiscal-paulista-2

     

    2 – Preencha os dados solicitados na página seguinte. Todos os dados são obrigatórios e devem ser escritos por extenso e clique em “Avançar”.

     

    cadastro-da-nota-fiscal-paulista-3

     

    3 – Na página seguinte você deverá realizar seu cadastro conforme as informações solicitadas. Estas informações são um pouco extensas, mas são obrigatórias para assegurar uma maior segurança ao consumidor.

    cadastro-da-nota-fiscal-paulista-4

    Ao finalizar seu cadastro na NFP, aparecerá a caixa de mensagem perguntando se você aceita os termos do Regulamento para adesão aos sorteios da NFP.

    Caso você deseje participar dos sorteios de prêmios, clique nesta caixa e seu cadastro estará completo.

    Após cadastrar cpf na nota fiscal paulista e submeter o formulário devidamente preenchido, você terá acesso à página inicial do programa e consultar suas notas, seu saldo, configurar sua conta bancária e efetuar o saque dos créditos arrecadados.

    Quais os Benefícios da NFP

    Se você ainda tem algum medo ou receio de solicitar seu CPF na nota fiscal paulista, deixe-o de lado de uma vez por todas!

    Ao cadastrar nota fiscal paulista, o consumidor está exercendo sua cidadania e propiciando uma medida que beneficia a sociedade como um todo.

    O consumidor é beneficiado pois pode receber seus créditos de volta; o comerciante é beneficiado pois esta medida auxilia em uma concorrência mais justa e leal e a sociedade é beneficiada na medida em que o comércio se torna mais regulamentado.

    Por isso, mesmo que ao comprar produtos que possuam pouco ou nenhum retorno de crédito, é recomendado que o consumidor sempre solicite seu CPF na nota.

    Outro benefício importante que deve ser considerado, é que o programa NFP realiza sorteios mensais de valores em dinheiro para os usuários cadastrados.

    Para concorrer nos sorteios, é preciso que o usuário aceite os termos para adesão.

    A partir da aceitação, todos os cupons fiscais que atingirem o valor de R$100,00 reais em compra, e não em bônus, representará 1 cupom.

    Quanto mais notas você possuir catalogadas no sistema, mais cupons numerados para sorteios você terá.

    Caso este detalhe tenha passado batido em seu cadastro e você queira aderir ao sistema de sorteios após ter feito o cadastro, também é possível!

    No site na NFP há o campo “Consulta”, no menu esquerdo da tela. Insira suas informações e clique em “Configurar”, em seguida em “Perfil do Consumidor” e, ao fim da página, clique na opção “Aceito”, em que diz respeito aos sorteios.

    Para ter acesso aos bilhetes que você arrecadou na Nota Fiscal Paulista, abra o seu portal e clique na opção “Sorteios”, e, em seguida, em “Visualizar Sorteios”.

    Na página seguinte você terá acesso aos próximos sorteios que serão realizados e a quantos bilhetes você terá direito.

    Após fazer a adesão ao processo de sorteios, você automaticamente estará concorrendo nos próximos.

    Este processo só precisa ser feito uma vez e, para passar a acumular bilhetes e créditos, deverá solicitar o CPF na nota sempre que efetuar compras.

    Estes sorteios são realizados todos os meses e podem representar grandes quantias em dinheiro como prêmio.

    Eles acontecem de forma totalmente legalizada pelas loterias.

    Outras Vantagens do Programa

    Além dos créditos que retornam ao consumidor e dos sorteios, as notas acumuladas no sistema podem conceder descontos ou abatimentos no IPVA do ano seguinte.

    O programa NFP ainda representa diversas vantagens aos adeptos.

    Um dos benefícios é que o tempo de armazenagem de documentos fiscais é bem maior, já que o papel em que as notas são impressas costumam sair as inscrições facilmente.

    Ao comprar e solicitar o CPF na nota, o consumidor está corroborando com a justiça fiscal e com a diminuição da concorrência desleal.

    Além disso, a adesão ao programa também auxilia no combato à pirataria.

    Recebimento dos créditos relativos ao valor recolhido pelo estabelecimento e dividido entre os adeptos é a principal finalidade e o principal benefício deste programa.

    Ao cadastrar na nota fiscal paulista, o cidadão tem acesso a todos estes benefícios e comodidades.

    Embora muitas vezes o valor arrecadado seja quase irrisório, esta é uma forma de o consumidor poder ser gratificado por exercer seu papel perante a sociedade.

    Embora o valor monetário arrecadado seja um bom incentivo, este valor pode, ainda, ser destinado a instituições e ONGs que vivem de doações.

    Para ajudar os postos que necessitam, o consumidor deve realizar sua compra e não solicitar o CPF na nota.

    Em alguns lugares há urnas espalhadas em que estas notas podem ser depositadas.

    Desta forma, o cidadão poderá colocá-las lá e as instituições a serem beneficiadas poderão utilizar aquelas notas em seus CNPJs.

    De qualquer forma, não deixe de solicitar sua nota fiscal em qualquer compra de produto ou serviço.

    Se você ainda tem dúvidas sobre a consulta da nota fiscal paulista, ou se quer se cadastrar, acesse o site www.nfp.fazenda.sp.gov.br

    E inicie os procedimentos que irão permitir que você obtenha todos os benefícios do serviço oferecido pela Fazenda.

     

    3 comments

    1. Dafne Caroline Gonçalves Ferraz

      Boa muito boa a nota fis

    1. Pingback: Anônimo

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *